FRESP no facebook FRESP no Instagram FRESP no YouTube

Região de Campinas ganha novas obras e certificações de turismo

14/06/2018

O governador Márcio França autorizou neste sábado (09/06), no Paço Municipal de Campinas, o repasse no valor de R$ 13.357.124,19 para sete estâncias turísticas. O governador também formalizou a entrega dos certificados de Município de Interesse Turístico (MITs) para as cidades de São José do Rio Pardo, Estiva Gerbi, Itapira e Torrinha.

“A gente tem um Estado muito privilegiado. Minha vida foi muito ligada ao turismo porque eu vim de uma cidade turística: São Vicente é a cidade mais antiga do Brasil”, salientou Márcio França. “Precisamos criar oportunidades para todos os meninos do Estado e o turismo é um caminho interessante para isso”, completou o governador.

A assinatura de convênios por intermédio do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos (Dadetur), da Secretaria de Estado do Turismo, contribui para a reestruturação de áreas turísticas, revitalização de áreas públicas, recuperação de pontos turísticos, entre outros itens.

Estes repasses impulsionarão o setor nas estâncias de: Águas de Lindoia, Brotas, Caconde, Joanópolis, Lindoia, Morungaba e São Pedro. Vale lembrar que São Paulo tem 70 municípios classificados como Estâncias Turísticas e até o momento são 97 MITs.

Certificação dos MIT’s

São José do Rio Pardo – 54 388 Habitantes – Fundado em 1865, é um município conhecido por sua tradição na produção de café no Século XX, e, principalmente, na imigração. São José do Rio Pardo aproveita um cenário de mata preservada na margem do Rio Pardo, abrigando um mini zoológico.

Estiva Gerbi – 10 772 habitantes – Fundado em 1992, o município aproveita do belo cenário rural para desenvolver o turismo da região, além do ambiente religioso, atraindo fiéis que usufruem das estruturas da cidade com as festividades católicas.

Itapira – 73 844 habitantes – Fundado em 1820, o município desenvolve um ambiente histórico e cultural atrativo para o turista, com seus grandes casarões construídos no início do século XX, reforçando o passado do estado de São Paulo.

Torrinha – 9 801 habitantes – Fundada em 1922, a cidade possui riqueza histórica, por fazer parte de uma das fronteiras da colonização do interior. Graças ao cenário ecológico, Torrinha possui um ambiente propício para a prática de rafting e passeios de barcos.

Fonte: Portal do governo

 

Voltar