FRESP no facebook FRESP no Instagram FRESP no YouTube

Conheça destinos nacionais com águas quentes para relaxar

11/01/2019

A boa infraestrutura turística dos destinos de águas termais atrai turistas do Brasil inteiro. Caldas Novas e Rio Quente, uma ao lado da outra, em Goiás, reúnem o maior complexo brasileiro de hotéis e parques aquáticos termais, entre eles o Hot Park. Tem até praia, em pleno Cerrado, e piscina com ondas, ambas de águas quentes. O Rio Quente, aquecido naturalmente, abastece boa parte dos atrativos da região. Ainda no Centro-Oeste, Barra do Garças (MT) é outra boa opção e atrai visitantes para banhos relaxantes no Parque das Águas Quentes.

Santo Antônio do Leverger, também no Mato Grosso, abriga o Parque Estadual de Águas Quentes que oferece aos visitantes diversas fontes de água quentinha e relaxante. Além da beleza natural de cada da região, as águas dos balneários têm poder curativo e relaxante, proporcionando uma experiência única para os turistas, como as águas sulfurosas, radioativas, cicatrizantes e sedativas.

No Nordeste, Mossoró (RN), situada entre Natal e Fortaleza, integra a Rota das Falésias e Águas Termais. O roteiro une praias de águas mornas e hotéis com piscinas ainda mais quentes. A água é rica em calcário e as piscinas de empreendimentos turísticos podem chegar a uma temperatura de 58 graus.

O Sudeste tem o mais tradicional circuito turístico de águas termais do Brasil, situado entre São Paulo e Minas Gerais. Pelo lado paulista, nove cidades integram o roteiro, cada uma com sua respectiva característica terapêutica. Águas de Lindóia, por exemplo, é abastecida por seis fontes naturais. Tem ainda Amparo, Holambra, Jaguariúna, Lindóia, Monte Alegre do Sul, Pedreira, Serra Negra e Socorro. Olímpia e Águas de São Pedro também estão entre os destinos termais paulistas.

Pelo lado mineiro são 11 destinos turísticos, onde o visitante encontra fontes naturais, rios, lagos e cachoeiras, além da culinária mineira e do clima de montanha de Baependi, Cambuquira, Campanha, Carmo de Minas, Caxambu, Conceição do Rio Verde, Heliodora, Lambari, São Lourenço, Soledade de Minas e Três Corações. Fora desse roteiro, Poços de Caldas e Araxá são dois paraísos para relaxar em termas naturais.

As termas de Marcelino Ramos (RS) aquecem e relaxam os visitantes, principalmente os que buscam terapias que potencializam o poder do banho nas águas quentes. O atrativo se destaca em um estado conhecido pelo turismo de inverno. O Trem das Termas, uma Maria Fumaça de 1920, leva o turista a Pirituba (SC), destino catarinense que também tem um complexo e águas termais.

Aproveite para curtir a paisagem, os restaurantes típicos e os sabores dos doces, frutas e cachaças, além da riqueza do artesanato típico da região. Ainda em Santa Cataria, Gravatal é outra estância hidromineral. As águas in natura abastecem as piscinas coletivas e banheiras individuais nas suítes do complexo hoteleiro.

Via: MTur

 

Voltar